Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

GERAÇÃO CANGURU

Geração canguruO ninho está cheio… mas eles não querem sair
A psicoterapeuta paulista Tereza Kawall examina o fenômeno da assim chamada “geração canguru”: aquela formada por jovens que, apesar de formados e prontos para se lançar no mundo, preferem permanecer na casa paterna adiando sine die a sua declaração de independência

O fenômeno já é preocupante nos países desenvolvidos da Europa, e vem aumentando gradativamente no Brasil, notadamente na região sudeste, sobretudo nas famílias de alta renda. Em 2013, foi publicado pelo IBGE um estudo apontando essa tendência de comportamento na qual jovens na faixa etária entre 25 a 35 anos, podendo chegar até os 40, relutam em sair da casa de seus pais. Uma combinação de vários fatores marca esse fenômeno.  Em 2000, 20% dos jovens viviam com seus pais; em 2012 esse percentual subiu para 24%, sendo que 60% dele é constituído por homens. A respeito, diz Wasmalia Bivar, presidente do IBGE: “A geração canguru é um fenômeno mundial, não necessariamente…

FILHOS FOLGADOS,PAIS FRUSTADOS

Filhos folgados, pais frustradosUm dia isto tinha que acontecerA professora e escritora portuguesa Maria Anjos Polícia fala aqui de um dos mais graves problemas comportamentais da nossa sociedade no momento: a falta de consciência de limites de boa parte da atual geração de jovens e adolescentes. Conservamos a grafia original portuguesa (de Portugal) do texto para que ele não perdesse o seu sabor. “Estar à rasca”, expressão popular portuguesa que ela usa várias vezes neste artigo, significa estar lascado”, “estar ferrado”. 
Está à rasca a geração dos pais que educaram os seus meninos numa abastança caprichosa, protegendo-os de dificuldades e escondendo-lhes as agruras da vida. Está à rasca a geração dos filhos que nunca foram ensinados a lidar com frustrações. A ironia de tudo isto é que os jovens que agora se dizem (e também estão) à rasca são os que mais tiveram tudo. Nunca nenhuma geração foi, como esta, tão privilegiada na sua infância e na sua adolescência. E nunca a sociedade exi…

DEUS É POP : A FÉ TATUADA

A FÉ TATUADA

Fernanda Mariana, de 19 anos, da Bola de Neve. 
Ela 
diz que a igreja não quer mudar sua aparência
Com mais de 20 tatuagens estampadas no corpo, dois piercings no nariz e um alargador de orelha, a paulistana Fernanda Soares Mariana, de 19 anos, parece estar montada para um show de rock. Apenas a Bíblia que ela carrega nos braços sugere outro destino. E Fernanda, a despeito do visual, está pronta mesmo é para encontrar Jesus. “A igreja não pode julgar. Ela tem de estar lá para transformar sua vida, e não sua aparência”, afirma. A igreja que Fernanda escolheu não a julga pelo figurino. Numa noite de domingo, no templo da Bola de Neve Church do Rio de Janeiro, o que se vê são fiéis vestindo bermudas e camisetas com estampas de surfe. Boa parte exibe tatuagens como as de Fernanda. No altar, uma banda toca música gospel, enquanto a vocalista grita o refrão “Jesus é meu Senhor, sem Ele nada sou”. Na plateia, cerca de 300 pessoas acompanham o show em catarse, balançando fervorosamen…