Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

QUANDO INICIAR A VIDA SEXUAL ?

Iniciar a vida sexual é uma escolha. Uma escolha que é individual e que deve ser pensada e tomada com maturidade, sejam meninos ou meninas. Primeiro que tudo é necessário entender que não existe uma idade certa para se ter sexo. Não existe a idade correta para se perder a virgindade. tudo depende de cada indivíduo. Se tiver dúvidas e muitas questões talvez seja melhor parar para pensar. Também não existe o local indicado ou aconselhado. Tudo depende de você. O teu desejo, segurança, sentimentos. Principalmente a tua maturidade física e afetiva, assim como responsabilidade. Não deve senti-se pressionada a fazer sexo, ou o tipo de sexo que te é proposto. Deves sentir-se preparada e pedir a outra pessoa para esperar, se não estiver. Se o teu namorado não quer esperar é porque não gosta  tanto assim de  você. Se ele se preocupa realmente com o teu bem estar, ele vai esperar. São muitas as dúvidas e expectativas relacionadas com a primeira vez em que se está numa situação de grande intimidade …

SER AMIGO,NAMORAR,FICAR ...

Celebrou-se esta semana no Reino, o Dia dos Namorados, e não sendo nada de estranho ‘namorar’ o facto que até o namoro está em crise. Apareceram novas fórmulas, novos formatos e novas vidas sociais, que relegaram para o final da lista de prioridades os compromissos que se estabelecem com o namoro, o noivado e o casamento! . No fundo acabamos inclusive por ter de estabelecer novos padrões nas leis, assumindo como compromissos os que nunca quiseram compromissos, e atribuindo regalias sociais a quem nunca se regeu pelas leis ditadas pela sociedade. É o caso das uniões de facto, que nunca sendo assumidas como tal pelos próprios, acabam depois em termos fiscais e de assistência, por ser requeridos pelos mesmos, alegando que têm um compromisso, que pelos anos faz lei, mas que nunca foi assumido por ambos! Isto é coisa complicada mesmo! Às vezes somos mesmo assim, acordamos para complicar! . Nos dias de hoje, por incrível que pareça, namorar é considerado fora de moda. Começaram a aparecer relacio…

FICAR OU NAMORAR ?

Ficar ou namorar: intimidade sexual
e intimidade emocional em conflito
A partir dos anos 80, o “ficar” tornou-se a forma de relacionamento amoroso mais praticada pelos jovens brasileiros. Segundo o professor doutor Sandro Caramaschi, docente do departamento de Psicologia da Unesp-Bauru, o ficar não é um privilégio nem uma invenção das gerações atuais. “Antigamente, as pessoas também ‘ficavam’, embora atribuíssem nomes diferentes para essa prática, que era também menos generalizada do que atualmente”, conta Caramaschi. O “ficar” caracteriza-se pela ausência de compromisso, de limites e regras claramente estabelecidos: o que pode ou não pode é definido no momento em que o relacionamento acontece, de acordo com a vontade dos próprios “ficantes”. A duração do “ficar” varia: o tempo de um único beijo, a noite toda, algumas semanas. Ligar no dia seguinte ou procurar o outro não é dever de nenhum dos “ficantes”. Mesmo desprovido de legitimação social, por não ter fronteiras bem demarcadas, os …