Pular para o conteúdo principal

ALCOOL COM ENERGÉTICO TEM O MESMO EFEITO QUE COCAÍNA

Latas produzidas pela Rexam

Latas: as consequências podem durar até a vida adulta 
(Divulgação)

Álcool com energético tem o mesmo efeito que cocaína

Vodca com energético já virou um clássico das baladas, mas pode ser uma bomba para os adolescentes

Vodca com energético já virou um clássico das baladas, mas pode ser uma bomba para os adolescentes. Pesquisadores da Universidade Purdue, em Indiana, EUA, fizeram testes com os cérebros de ratos adolescentes (já que não poderiam fazer o mesmo com humanos) e observaram mudanças químicas em suas massas encefálicas muito parecidas com os efeitos da cocaína.
Uma lata de energético pode ter até 10 vezes mais cafeína do que um refrigerante comum – e costuma ser procurada por adolescentes para curtir uma noitada.
Já se sabia que os jovens que consumiam energético (mesmo sem misturá-lo com outras bebidas) têm mais chance de virarem consumidores de álcool quando adultos.
Mas, quando o energético é tomado com álcool ainda durante a adolescência, o centro de recompensas do cérebro é alterado – e os jovens sentem mais dificuldade em lidar com substâncias prazerosas. Os efeitos podem durar até a vida adulta.
Os ratos que tomaram álcool com energético se tornaram muito mais ativos (como era de se esperar) e seus cérebros foram inundados pela proteína ΔFosB, típica de quem abusa da cocaína ou da morfina.
Quando adultos, os ratinhos se tornaram muito mais resistentes à sensação de prazer da cocaína – o que pode indicar que eles procurariam doses maiores da droga. 
“Tudo indica que as duas substâncias misturadas causam mudanças de comportamento e na neuroquímica do cérebro”, disse Richard van Rijn, um dos autores do estudo.
“Há claramente efeitos em tomar essa mistura que não existiriam quando se toma o álcool ou o energético separadamente.”
Fonte:http://exame.abril.com.br/ciencia/alcool-com-energetico-tem-o-mesmo-efeito-que-cocaina/
Latas produzidas pela Rexam

Postagens mais visitadas deste blog

A ADOLESCÊNCIA E O DESPERTAR DA SEXUALIDADE

Eu e o Sexo:Tanto os pais como os professores encorajam para que eles tenham boas notas, aconselham a escolher cuidadosamente a sua área de estudo, pensar na média para fazer o curso; noutras palavras que construam um projecto de vida académico e profissional, mas esquecem-se daquilo que, hoje em dia, dá mais problemas: A Sexualidade. Esta fica num vácuo. Por vezes parece que as únicas alternativas oferecidas aos adolescentes, neste campo, são: a entrega para a mão de um preservativo, ou de uma embalagem de pílulas contraceptivas, com a mensagem (inconsciente) de: “Faz o que quiseres! Mas não me apareças em casa grávida ou doente!”, ou de não falar em nada relacionado com a sexualidade, com medo de lhes dar ideias.

Nesta idade os rapazes interessam-se pelo que está a acontecer com o seu corpo. Gostam de saber que a sua coordenação física, consequência do surto do crescimento que sofrem, é temporária e que vão voltar a ser uns azes no seu desporto favorito; que o tamanho do pénis não é…

HÁBITOS ALIMENTARES DE ADOLESCENTES : A PERCEPÇÃO DE MÚLTIPLAS EXPERIÊNCIAS

Os adolescentes não possuem o hábito de  realizar as seis refeições diárias e  negligenciam o desjejum e o jantar  (Foto: shutterstock)
Hábitos alimentares de adolescentes: A percepção de múltiplas experiências*AMANDA LO BIANCO BORGES 28/01/2015
A adolescência é a fase na qual ocorrem intensas mudanças físicas, psicológicas e comportamentais. Estas mudanças fazem parte de um processo contínuo e dinâmico, que sofre influências do meio social e do ambiente onde o jovem se encontra. Nessa fase da vida, a alimentação tem um peso “extra”.  É na adolescência que se consolidam os hábitos alimentares para a vida adulta. Além disso, é um período de altas necessidades nutricionais que precisam ser satisfeitas para propiciar adequado crescimento e desenvolvimento da pessoa. Como é o período em que se adquire determinada independência e assumem-se responsabilidades, o adolescente fica mais vulnerável, do ponto de vista nutricional.
Num contexto mais geral, as escolhas alimentares podem ser influenciadas…

SEXO INSEGURO : CAMISINHAS E PÍLULAS NÃO PROTEGEM SEU CÉREBRO

ae_patara/Fotol


Sexo inseguro: camisinhas e pílulas não protegem seu cérebro Saiba como o sexo sem compromisso afeta suas emoções
De acordo com a cultura popular, homens precisam começar a fazer sexo o quanto antes, porque precocidade e diversidade de experiências são preparatórias para o bom desempenho na vida adulta. Já as mulheres são mais românticas e reflexivas em relação ao sexo, e costumam “entregar” a virgindade como um dote para com quem desejam passar o resto da vida. Alguns desses esterótipos sobre o comportamento sexual dos jovens foram confirmados e outros desmentidos na pesquisa