Pular para o conteúdo principal

VIDEOGAMES E VÍDEOS ERÓTICOS PODEM SER DESTRUTIVOS PARA A NATUREZA HUMANA,SEGUNDO PROFESSOR

O polêmico professor Zimbardo é contra videogames e pornografia (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Se você joga muito videogame e assiste a vídeos pornográficos na Internet, cuidado: você pode estar ajudando a acabar com a raça humana. Pelo menos, é isso o que garante o professor Philip Zimbardo, da Universidade americana de Stanford na Califórnia, Estados Unidos. Segundo ele, estas duas atividades estão criando um tipo de homens que se vicia em fatores alheios ao mundo real e acabam perdendo as suas capacidades de desenvolverem relacionamentos saudáveis com outras pessoas.
O polêmico professor Zimbardo é contra videogames e pornografia
De acordo com o jornal Mercy News, o doutor Zimbardo acredita que os homens estão gastando muito tempo isolados no mundo digital. E, segundo ele, as pessoas solitárias acabam morrendo mais cedo. Portanto, a expectativa de vida deles só tende a diminuir. Em seu livro, “Porque meninos estão sofrendo e como podemos ajudar”, o psicólogo argumenta que os homens estão crescendo sem serem “animais sociais”. Ou seja, ignorando a convivência em sociedade.
“Os meninos passam muito tempo no mundo digital, jogando vídeo game, vendo pornografia, mandando SMS, vendo televisão – e sempre sozinhos”, diz.
O professor, de 79 anos, acredita que este é um processo de regressão que muitos homens estão fazendo. De acordo com ele, o excesso de uso dos jogos e de visualizações de programas eróticos estão criando uma geração de rapazes “covardes e com medo de navegarem nas complexidades e riscos da vida real, escola e emprego”.
E ele cita um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos que confirma que pessoas que regularmente assistem vídeos adultos têm mais depressão e problemas físicos. Além disso, a mesma pesquisa confirma que muitos jovens utilizam o mundo virtual como uma válvula de escape para toda a pressão que sofrem no dia a dia. O professor lembra ainda das pesquisas que associam comportamentos violentos aos videogames.
“Temos que achar soluções para acabar com o Modo Destruição dos meninos”, completa.

Via Daily Mail

Fonte:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/07/

Postagens mais visitadas deste blog

GERAÇÃO Z REVOLUCIONARÁ O MUNDO

PUBLICADO EM 24/02/15 - 03h00 INTERNET
‘Geração Z’ e a necessidade de ficar conectado o dia todo Padrões de consumo, de socialização e de informação sofreram mudanças
Paris, França. Velocidade? Sim. Paciência? Não. Redes sociais? Sim. Livros? Não. Ambição? Sim. Obediência? Não. Videogames? Sim. Esportes? Não. Fique de olho na “geração Z”, apressada, pragmática, autônoma e teimosa. Esses 2 bilhões de jovens nascidos depois de 1995, com a internet, estão decididos a construir uma vida distante dos códigos e das aspirações dos mais velhos. São “mutantes”, como são denominados por alguns pesquisadores, 
Fascinados por sua fusão com o mundo digital. Eles navegam em várias telas e estão acostumados ao “tudo ao mesmo tempo, agora”. Soa normal pagar muito pelo último smartphone e, ao mesmo tempo, baixar gratuitamente filmes e músicas na internet. Os códigos dos adultos parecem defasados para eles, que gostam das marcas “rebeldes” e se informam, sobretudo, por meio das redes sociais, segundo estudos r…

A ADOLESCÊNCIA E O DESPERTAR DA SEXUALIDADE

Eu e o Sexo:Tanto os pais como os professores encorajam para que eles tenham boas notas, aconselham a escolher cuidadosamente a sua área de estudo, pensar na média para fazer o curso; noutras palavras que construam um projecto de vida académico e profissional, mas esquecem-se daquilo que, hoje em dia, dá mais problemas: A Sexualidade. Esta fica num vácuo. Por vezes parece que as únicas alternativas oferecidas aos adolescentes, neste campo, são: a entrega para a mão de um preservativo, ou de uma embalagem de pílulas contraceptivas, com a mensagem (inconsciente) de: “Faz o que quiseres! Mas não me apareças em casa grávida ou doente!”, ou de não falar em nada relacionado com a sexualidade, com medo de lhes dar ideias.

Nesta idade os rapazes interessam-se pelo que está a acontecer com o seu corpo. Gostam de saber que a sua coordenação física, consequência do surto do crescimento que sofrem, é temporária e que vão voltar a ser uns azes no seu desporto favorito; que o tamanho do pénis não é…

O QUE É A GERAÇÃO Z E O MERCADO DE TRABALHO E DE CONSUMO ?

O que é Geração Z?
07/05/2013 Com frequência ouvimos muitos temas que discorrem a respeito da geração Y, porém uma nova geração vem despontado, a geração Z.

Com relação a idade, a geração Y é composta por jovens de 20 a 30 anos, e a geração Z por crianças e adolescentes de até 17 anos.

São os jovens que enquanto estudam a televisão fica ligada, ou mesmo podem estar postando em suas redes sociais e ouvindo música, ou seja estão acostumado a realizar ações com pluralidade.

A geração Z, semelhantes aos seus antecessores, são jovens inquietos, menos fiéis as marcas e adaptadas a realizar tarefas múltiplas. A diferença, entre ambas, é que a Z apresenta as mesmas características só de que maneira mais acentuada, uma vez que desenvolveu junto com os avanços tecnólogicos mais recentes.

Os especialistas apontam que é a geração Z é compreendida como uma geração que nasceu atrelada ao mundo de tecnologia, sendo impossível dar continuidade nas tarefas cotidianas sem a internet, smartphones, computadore…